THE DELAGOA BAY REVIEW

12/10/2009

Ano Novo, Piolhos Novos (não pulgas)

Filed under: Paternidade — ABM @ 8:25 pm

ct</ins>enocephalides-canis

por ABM

Até um Maschambeiro convicto sai do sério de vez em quando. Hoje aconteceu um desses episódios.

Eu conto.

Aqui em casa mantenho, com sofrível sucesso, um aspirante a teenager (“adolescente” nos termos do AO) que me acompanha nas deambulações geográficas curriculares desde há vários anos, tendo tido passagens duradouras por, para além de um escola na elegante Vila de Cascais – onde frequenta uma escola selecta e cheia de regras, daquelas onde se usa gravata, juntamente com um perfumado conjunto de bétinhos e betinhas – escolas nas supostamente muito mais precárias cidades de Luanda e Maputo.

Enfim, é um futuro cidadão e, mais importante, um futuro contribuinte, dos tais que vão ter 1.1 filhos, pagar com os seus impostos as auto-estradas, o novo aeroporto e o têgêvê do Engenheiro Sócrates, para além das miserandas reformas a gente como eu, qye tem a dúbia sorte de se deparar com uma esperança média de vida de 78.9 anos.

A minha primeira reacção, ao olhar para as escolas onde ele andou, é presumir que, em termos de qualidade, salubridade e higiene, Cascais se colocaria muito acima das suas congéneres em Maputo e Luanda. Há mais dinheiro, melhor infra-estrutura, o nível médio de vida em geral é melhor, etc.

O surpreendente é que, no entanto, desde que S.Exa anda nesta escola, a experiência tem provado o contrário.

Há uns tempos, recebi um preocupado e-mail da escola, soberbamente escrito, em que a Exma. Senhora Directora alertava os paizinhos das lindas crianças para a possibilidade dos jovens chegarem a casa com piolhos no cabelo. Fatalista e formal, ela tentou dourar a pílula dizendo “bem, sabem, estas coisas acontecem, sabem como são os meninos, metem as mãos em toda a parte”, etc e tal.

E terminava indicando que tínhamos que inspeccionar S.Exa regularmente e fazer coisas como catar os piolhos e meter champô anti-piolhos no cabelo para não haver problemas – mais ou menos o que eu já faço com as minhas duas cadelas sul africanas Cookie e Hot Dog, também conhecidas como as Chiquérrimas.

Contactada a escola, confirmou-se haver uma mini-epidemia de piolhos e portanto aqui em casa despoletou-se imediatamente o PCP (Plano de Contingência contra Pulgas) onde basicamente se tentava evitar não que as cadelas passassem os ditos invertebrados para o míudo mas precisamente o contrário.

Como parte do processo, logo descobri que o champô dele custa cinco vezes o das cadelas, o que me inspirou logo a fazer umas sérias poupanças usando o das cadelas, no que fui imediata e indignadamente impedido pela Patroa, que defendeu vigorosamente que para espécies animais diferentes se usam champôs diferentes.

Para variar, como o champô das cadelas já acabou, agora usamos o do menino para elas, com os correspondentes custos acrescidos.

Há uns escassos dias, começou o ano escolar português, o que significa o habitual corropio de paga propinas, compra canetas, compra livros, paga fotografia de grupo dos meninos, paga deslocação ao Jardim Zoológico, compra uniforme, etc – uma pequena fortuna, com o correspondente rol de e-mails da menina da Secretaria da escola (a “menina” deve ter uns 90 anos de idade…), incluindo as complexas medidas preventivas no caso de ocorrer uma infecção da Gripe A por um dos alunos ou corpo docente.

Portanto tudo feito e tudo a postos.

Mas hoje de manhã, ao verificar a minha parca correspondência electrónica, encontrei a seguinte carta da escola, indicando … o eclodir de nova epidemia piolheira. Uma escassa semana depois das aulas recomeçarem!

Eis o meu dilema: este miúdo andou por todos os lados e mais algum nos sítios supostamente mais sujos, em escolas com muito mais gente, supostamente mais exposto a tudo e mais alguma coisa, e nunca apanhou nada, nem pulgas, nem piolhos nem malária, nem diarreias, nem em Luanda, nem em Maputo.

Mas em Cascais, com os meninos bétinhos e escola com planos de contingência para tudo e mais alguma coisa, já vai na segunda epidemia de piolhos.

É um paradoxo… ou então estes putos aqui são uns grandes porcos.

Anúncios

17 comentários »

  1. Algumas notas:
    1. no nosso tempo era o saudoso Kitoso (ou Quitoso?)
    2. Tenho que voltar a esses bancos de escola para (re?)aprender a meter as vírgulas no sítio
    3. Como raio fazes isso dos ficheiros do ma-schamba? (manda e-mail, sff)

    Gostar

    Comentar por jpt — 13/10/2009 @ 1:18 am

  2. Mas afinal estamos a falar de pulgas ou de piolhos? O quitoso e para os piolhos que sao parasitas especificos de regioes pilosas dos humanos. Estranho um pouco que as pulgas andem so a passear pelo cabelo das criancas.

    Pulgas na escola, especialmente epidemias repetidas ha 3 hipoteses assim a partida:
    1 – Animais domesticos nao tratados que tem acesso repetido e continuado a um numero assinalavel de alunos na escola.
    2 – Um ou mais alunos, trabalhadores da escola que vivem em condicoes menos salubres estao a re-infectar o ambiente escolar.
    3 – A escola sera de construcao antiga ou tem em uso mobiliario antigo. Os ovos e formas mais imaturas do ciclo de vida das pulga em certas condicoes (alguma humidade, pouca luz, sem mudancas drasticas de temperatura a qual sera amena e sem hospedeiros adequados a passearem pelas redondezas) podem permanecer em estado de latencia por periodos longos (anos, ate decadas) ate que o espaco em que estao alojados seja perturbado por novos hospedeiros e nessa altura retomam o seu habitual ciclo de vida.

    Valera a pena perguntar se a escola recentemente decidiu retirar de algum armazem cadeiras estofadas ou sofas antigos que estavam em desuso, ou se estao a re-utilizar salas antigas talvez com soalho ou paredes porosas, de dificil limpeza portanto – tipo madeira nao tratada.

    Gostar

    Comentar por Lowlander — 13/10/2009 @ 10:42 am

  3. Ora bolas! So agora e que verifiquei esse link para a carta da escola. Sao piolhos caramba e nao pulgas! Quero formalizar uma queixa no departamento apropriado deste blogue contra a natureza erronea de alguns dados veiculados tanto no titulo como no corpo deste texto que comento!

    Gostar

    Comentar por Lowlander — 13/10/2009 @ 2:04 pm

  4. Excelentíssimo Senhor Lowlander,

    A sua missiva, que agradecemos, foi já remetida a este Departamento de Erros e Omissões do Maschamba (DEOM) para investigação, já concluída.

    Após convocação do Autor em questão e confrontação das informações por si veículadas com os factos em questão, bem como consulta à instituição visada e ainda especialistas na matéria, chegou-se, de facto, à conclusão de que a espécie invertebrada, referida no texto publicado é a “Phithiraptera Anoplura”.

    Donde se concluiu tratar-se, efectivamente, de um piolho.

    Sendo assim, determinou o DEOM:

    1. que o Autor lhe peça desculpa pelo erro cometido;
    2. que o Autor altere imediatamente o título e corpo do texto, alterando todas as referências a “pulga” para “piolho” – sendo que a esta descrição entenda-se corresponder o piolho à variedade animal “Phithiraptera Anoplura”;
    3. que o autor escreva numa folha de papel mil vezes a frase “piolho não é pulga”, a leia em voz alta e a submeta, em prazo a ser definido, ao DEOM, assinada, datada e notarizada.
    4. Que o Autor congratule o senhor Lowlander por ter o conhecimento, a perspicácia e saber a diferença entre uma pulga e um piolho, algo que o Autor obviamente ignorava.

    Grato.

    Publique-se.

    Mu Fana Lopes
    O Director Executivo do DEOM

    PS- as minhas desculpas e um sorriso em dia de sol

    Gostar

    Comentar por ABM — 13/10/2009 @ 3:23 pm

  5. Bom entao se sao de facto piolhos mais 2 achegas:

    1 – A ilustracao da posta e ainda de uma pulga.
    2 – Se o problema sao piolhos, estes sao parasitas obrigatorios e especificos dos humanos, nao sendo portanto transmissiveis aos caes, os caes, tem os seus proprios piolhos, especie diferente e especifica deles. Escusa de gastar dinheiro com quitoso nos bichos, ate porque o quitoso e um pesticida relativamente perigoso.

    Gostar

    Comentar por Lowlander — 13/10/2009 @ 4:53 pm

  6. Bem, o que se passa aqui é que o ma-schamba se tornou numa piolheira, exclusivamente por responsabilidade dos seus autores, frise-se …

    Náo posso no entanto de me surpreender com o desconhecimento da distinção entre piolho e pulga. Ainda que entenda uma maior preocupação com as melgas, veras e metafóricas

    Naquilo que me diz respeito lembro-me de ter, em criança, adoecido. Os senhores meus pais, preocupados, levaram-me ao médico. Que após rápida inspecção diagnosticou: “o rapaz tem piolhos!” para dupla (quadrúpla, pois dupla em cada um) vergonha dos meus pais: a de progenitarem um piolhoso, a de não reconhecerem o estatuto do seu piolhoso rebento

    Gostar

    Comentar por jpt — 13/10/2009 @ 5:08 pm

  7. Pois é, o ABM não percebe patavina de pulgas e piolhos.

    É especialista em mosquitos, e moscas tsé-tsé, mosca do sono.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 14/10/2009 @ 1:06 am

  8. Srs 1b e LL

    Em boa verdade, orgulho-me de ser um magnífico caçador de moscas. Com mata-moscas, claro. Quanto ao resto, o que está acima fala por si. Neste capítulo, a minha ignorância é a minha felicidade. Mas vou aprendendo. Pois há muitos piolhos em Portugal.

    Gostar

    Comentar por ABM — 14/10/2009 @ 3:10 am

  9. já dizia o escritor

    Gostar

    Comentar por jpt — 14/10/2009 @ 3:12 am

  10. LOL

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 14/10/2009 @ 8:29 am

  11. Caros:

    OK, pronto, ja percebi que estou a ser chato… julgava poder dar uma ajuda a conter custos e eventual facilitar a erradicacao de tao embaracante mal. Defeito profissional.
    Calado ficarei doravante sobre este assunto para evitar mais pruridos.

    Gostar

    Comentar por Lowlander — 14/10/2009 @ 10:35 am

  12. LL por quem sois … pela minha parte não incomodou nada e até agradeço – p.ex. essa do quitoso ser mau foi novidade para mim, desactualizado que ando.
    (agora, evoluir a conversa para “chatos” é que não, por favor …)

    Gostar

    Comentar por jpt — 14/10/2009 @ 10:45 am

  13. LL – não é chato, nem piolho, nem pulga. A vida é assim mesmo. Mas …”defeito profissional”? é exterminador de insectos? veterinário? educador? crítico literário?

    JPT – estava tão a leste do paraíso que pensava que o “saudoso quitoso” era o nome de um cão que em tempos tiveste…

    Gostar

    Comentar por A B de Melo — 14/10/2009 @ 1:52 pm

  14. crescemos em lugares diferentes: o quitoso (ou kitoso, não lembro) tinha anúncios, acho que na tv também, tipo port sandeman, restaurador olex, rebuçados do dr. bayard ou pasta medicinal couto, mensagens que foram estética natural para uma(s) geração(ões).

    Gostar

    Comentar por jpt — 14/10/2009 @ 2:32 pm

  15. Veterinario sim. E conheco muito bem um dos sobrinhos do JPT ja agora… ando alias a tentar ha imenso tempo convencer o gajo a entrar em contacto com o tio para cravar umas ferias em Mocambique. 🙂

    Gostar

    Comentar por Lowlander — 14/10/2009 @ 3:48 pm

  16. ó meu caro LL, fica já promovido a sobrinho honorário!, e como tal fico eu o “tio da machamba”. O raio do outro avançou-se para as pérfidas ilhas nórdicas, em contra-mão às tradições familiares

    Avancem lá, convença-o, uns low costs para JHB e depois o tio acolhe-vos. E esteja descansado, piolhos nunca encontrei, mas pulgas e melgas a gente arranja-vos para Vs se entreterem

    Gostar

    Comentar por jpt — 14/10/2009 @ 4:13 pm

  17. Ah, grande JPT.

    Já agora, aproveitando a onda da reinação, Lowlander, o Sr. pesca bem à amostra, não?

    Tipo robalo, truta, achigã,…

    Bom lançamento.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 14/10/2009 @ 11:28 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: