THE DELAGOA BAY REVIEW

30/03/2010

O MUNDO DE ACORDO COM LUC FERRY

Filed under: Europa, História, Mundo — ABM @ 3:13 am

por ABM (Alcoentre, 30 de Março de 2010)

No meu estado de feliz ignorância, nunca tinha ouvido falar deste senhor, que é um francês que me parece ser um daqueles deliciosos adiantados mentais, com credenciais académicas que não acabam e uma curiosa visão do mundo, e que tive o prazer de ouvir esta tarde numa emissão da estação de rádio TSF durante um daqueles engarrafamentos de arromba na 2ª Circular de Lisboa, em rota de Cascais City aqui para a província.

Depois de ler José Gil, Luc Ferry, que foi ministro da educação lá na França e que parece que anda a promover um livro que escreveu sobre o amor e o casamento (cuidado que o tema engana, aquilo é duma abrangência fantástica), deu uma entrevista que absolutamente recomendo seja escutada. O exmo. Leitor Maschambiano pode sintonizar aqui e depois ir fazendo outras coisas no seu computador.

Fascinante visão do mundo actual, dos homens, da história, da filosofia, da religião.

Curiosamente, com uma tónica positiva. Com este não há a nebulosa neura que presentemente afecta uma parte significativa da população portuguesa e adjacente.

A entrevista é em francês, mas se o francês do exmo. Leitor estiver como o meu (je confésse que mon français d’aujourd’hui est un peu emmerdé par le temps) não se preocupe: a TSF meteu lá uma tradução simultânea do melhor que há.

Para o exmo leitor leu a entrevista que o nosso pensador top 25 do Mundo, e que veio de Quilimani, José Gil, deu a um jornal de Lisboa, oiça este senhor e tente estabelecer os contrastes nos pontos de vista.

3 comentários »

  1. A clareza deste senhor impressionante!
    Incisivo, tem a preocupação de chegar a vários públicos para que todos percebam as questões filosóficas que levanta.
    Lembro-me sempre de uma história com dez anos já. Nessa altura, um amigo meu frequentava um doutoramento em História de Arte na Nova, enquanto uma amiga frequentava a licenciatura em História de Arte na Sorbonne.
    Quando, nesse ido Verão, se encontraram em Lisboa e uma discussão da especialidade os acirrou, a minha amiga deixou-o K.O. numa penada tal foi a clareza e poder de argumentação apresentados.
    Ele, rapaz inteligente, mostrou argumentos confusos e tímidos.
    Mas isso foi há dez anos, agora deve ser mais equilibrado…

    Comentar por V.A. — 30/03/2010 @ 11:05 pm

  2. VA

    Haja alguém que tenha ouvido! eu achei esta entrevista muito….audível. O Carlos Vaz Marques desta vez deu os tiros todos certos.

    Comentar por ABM — 30/03/2010 @ 11:59 pm

  3. (ainda não ouvi) Mas venho por causa do pensador do top 25. Que foi imagem que vingou em Portugal, e que é muito comparável com algo daqui … Ou seja, um dia alguém num jornal francês disse que José Gil era um dos 25 pensadores mais influentes do mundo. E vai daí José Gil passou a ser … um dos 25 pensadores mais influentes do mundo. Exactamente como o que aconteceu por cá: um dia alguém numa revista americana (Newsweek?) disse que a estação dos CFM de Maputo era a sétima mais bonita do mundo. E vai daí a estação dos CFM de Maputo passou a ser … a sétima mais bonita do mundo.

    O provincianismo disto está, diz alguém do ma-schamba, no top 10 provinciano do mundo. Será que assim o provincianismo disto passará a ser … do top 10 do mundo?

    Comentar por jpt — 31/03/2010 @ 1:05 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: