THE DELAGOA BAY REVIEW

24/06/2010

BOLETIM DO MUNDIAL Nº 27

Filed under: Mundial de Futebol 2010 — ABM @ 3:40 am

(o jogo do olho)

por George Ribéro em Madrid, editado por ABM em Carqueja de Baixo (Quinta-feira, 24 de Junho de 2010)

Os Jogos de quarta-feira, na óptica do bancada comentator residente do Maschamba, o George.

Estamos a entrar nos finalmentes da primeira fase eliminatória do campeonato mundial. É aquela fase mágica em que se começam a distinguir os bois das vacas e também em que nós todos já nos começamos finalmente a habituar ao barulho de enxame de abelhas das Vovozelas.

Na imprensa portuguesa, a vitória portuguesa contra a Coreia do Norte desnorteou completamente os facas afiadas do burgo, que já vislumbravam servir o Carlos Queiroz aos cães da rua. De repente ficou tudo mais ou menos parado nas farpas, entre um sentimento apocalíptico de “e se afinal este tipo Queiroz afinal tem razão?” e, para os venenosos mais inveterados, que a vitória portuguesa só demonstrava que o desempenho dos Adamastores era “instável”. Se os Adamastores vencerem a Costa do Marfim, vão santificar o seleccionador, que, se for esperto, os manda ir dar uma volta e vai descansar para as Quirimbas.

Tudo isto faz-me lembrar um treinador de natação que eu tive, nos tempos pré-históricos em que eu nadava, e em que podia ganhar o que quisesse, que o comentário dele era invariavelmente que eu podia ter feito melhor e aproveitava para apontar dois ou três errozinhos de circunstância. Estoicamente, eu ouvia calado e acenava a cabeça. Não havia uma segunda opinião. Ainda sou daquela geração, acho que extinta, para quem a figura do treinador se situava algures entre o meu pai e um polícia (e lá em casa foi a mesma coisa, por uns tempos e ainda por cima o pai BM treinava). Esta modernice de os jogadores, os das bancadas e os jornalistas andarem o tempo todo em cima do que o treinador diz e faz (e não faz) é algo a que não me habituei. Corrijam-me se estou errado: o treinador desenvolve um trabalho ao longo de meses e anos, com objectivos definidos. O que é que, nesse contexto, ele tem para dizer que não seja à partida banal?

É um circo, este futebol. A que se junta o circo mediático. Uma conferência de imprensa todos os dias depois do treino? de um treino?? o que é que um tipo pode possivelmente dizer de relevante depois de um treino? “Ah, sim, a relva aqui em Magalisburgue é verde. Sim, corremos em cima dela. Não, não chamei estúpido ao Deco no balneário. A Coreia do Norte? tipos porreiros, ouvi dizer que aquilo é parecido com Portugal no tempo dos meus pais. Pois, o bacalhau ontem à noite estava excelente. O Ronaldinho repetiu. Não, não vi os Irmãos Metralha”.

Vão todos passear.

Os comentários dos jogos feito pelo George:

EUA 1 – Argélia 0

A selecção norte-americana apurou-se para a fase seguinte, graças a um golo marcado no último minuto da partida. O golo foi feito pelo influente e decisivo Donavan, Assim, os norte americanos ficaram em primeiro lugar do grupo C, à frente da Inglaterra, a segunda classificada. Caso o golo não tivesse acontecido, seria a Eslovénia a seguir em frente. Quanto à Argélia, ficou em último lugar do grupo e é mais uma selecção africana a ficar pelo caminho. Resta agora, apenas o Gana, e esperemos que a única, pois isso seria sinal que Portugal tinha deixado a Costa do Marfim para trás.

Inglaterra 1 – Eslovénia 0

A Inglaterra entrou no jogo a todo o gás, tentando resolver logo no início a partida e assim evitar um calafrio, já escaldada dos empates com os EUA e com a Argélia. Marcou DeFoe e depois não conseguiram traduzir as diversas oportunidades criadas, em golos.

Na segunda parte, a Inglaterra pressionou ainda mais os eslovenos pois, ao que parece, os ingleses queriam ganhar por não saberem fazer contas daquela maneira tão ao agrado dos Adamastores. Contas para quê quando o melhor é ganhar? Assim, os eslovenos passaram a ter mais problemas com o pressing da terra de Sua Majestade, mas no fim do dia o resultado acabou por não sofrer qualquer alteração. A Inglaterra continuou a jogar um futebol sofrível, mas desta vez a diferença esteve na actuação de alguns jogadores bifes. Os últimos vinte minutos foram menos espectaculares, a Eslovénia já se devia considerar apurada quando no último minuto se soube do golo dos EUA. Num segundo, passou de apurada para eliminada do Mundial. O céu caiu sobre as cabeças dos eslovenos. Parabéns à Eslovénia, que teve uma boa prestação neste campeonato.

Austrália 2 – Sérvia 1

A Austrália fez um excelente jogo e contribuiu para a eliminação da Sérvia. Penso que qualquer destas equipas poderia ter passado à fase seguinte, especialmente a Sérvia que, recorde-se, ganhou à Alemanha, primeira no seu grupo.

Depois de se aperceber que tinha de marcar e anular eficazmente o sérvio Jovanivic, o que fez, a Austrália passou então a usar o seu contra-ataque para criar perigo à defesa Sérvia. Marcou dois golos e começou a sonhar e a acreditar que a passagem à fase seguinte seria possível. Bastava marcar mais um golo e esperar que a Alemanha marcasse mais um ao Gana. A Sérvia, no entanto, acabou por acordar os Australianos para a realidade, ao reduzir a vantagem para 2-1 e assim, nem um nem outro foram apurados.

Alemanha 1 – Gana 0

A Alemanha conseguiu a passagem à fase seguinte graças a uma vitória sobre o Gana por um golo. Enquanto o nulo se mantinha, o Gana ia mostrando uma boa qualidade de jogo mas, curiosamente, quando se encontrou a perder, mostrou-se muito nervosa e trapalhona. Passou a pressionar ainda mais a Alemanha enquanto que a qualidade do seu jogo baixou. A Alemanha jogou um futebol mais calculista, sempre mentalizada que só a vitória interessava. O Gana pareceu uma equipa um pouco cansada e menos lúcida do que o costume. Embora tenha perdido, apurou-se graças à vitória da Austrália sobre a Sérvia – e sem dúvida mereceu o apuramento.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: