THE DELAGOA BAY REVIEW

29/09/2010

DIZ-ME QUEM ÉS, DIR-TE-EI A QUEM TELEFONAS

Filed under: Sociedade moçambicana — ABM @ 1:06 am

Ele teria gostado que as coisas fossem assim

por ABM (28 de Setembro de 2010)

A postura de o governo moçambicano ter mandado implementar, num prazo relativamente curto, a obrigatoriedade da identificação dos titulares de todos os chips de telefone móvel que operam em Moçambique (até ao dia 15 de Novembro) é perfeitamente legítima.

Em países como Portugal, que são apenas medianamente repressivos, isso já funciona assim há bastante tempo.

E é legítima, atalhe-se, por todas as razões que têm sido invocadas pelos responsáveis do governo nesta matéria – neste caso o Sr. Director-Geral do Instituto Nacional de Comunicações de Moçambique,  Américo Muchanga (no texto acima referenciado misteriosamente promovido a ministro, como o nosso exmo Leitor Sérgio Braz atentamente apontou, o que agradeço reconhecidamente).

Mas também pelas razões que não invoca – e que não entendo porquê – e que toda a gente e mais alguém sabe perfeitamente quais são: que o governo e o seu aparato de segurança simplesmente adorariam meter as mãos em cima das pessoas que começaram a circular as mensagens por sms incitando a população a manifestar-se no dia 1 de Setembro passado.

Tivessem tido acesso a essa informação, provavelmente a esta hora teria tudo ido dentro.

Logicamente, dizer nesta altura que se está a fazer o registo dos titulares dos cartões de telefone para reprimir quem envie mensagens a incitar à revolta é politicamente incorrecto e se calhar, como em breve vai acontecer com o escape para o ar livre dos gases tóxicos da Mozal, poluíria um pouco o ambiente conciliatório pós-diluviano que se respira de momento.

Portanto o que acontece é que as autoridades fingem que fazem o que estão a fazer porque não é para o que é, e as pessoas fingem que não acreditam que aquilo é para o que é mas para o que se afirma que é.

Há algumas vantagens laterais para este registo em massa.

Uma, é que vai crescer a pressão para as pessoas terem alguma documentação de identificação. Dado que há 5.7 milhões de cartões telefónicos na rua, registar toda esta gente até ao dia 15 de Novembro vai ser uma guerra. Mas acredito que, do ponto de vista administrativo, já devia ter sido feito desde o princípio e é bom para a sociedade.

Mas imagino que no dia 15 de Novembro, se vão desligar os telefones de quem não se registou, vai haver um apagão telefónico.

O outro é que há uma longa e prezada tradição, em Moçambique, de pessoas anónimas enviarem mensagens, elas também anónimas, a ameaçar, a caluniar e a denunciar terceiros, sem nunca assumirem as responsabilidades ou darem a cara.

Talvez com as medidas agora em curso, essa tradição tenha os dias contados.

Anúncios

2 comentários »

  1. O Ministro dos Transportes e comunicações chama-se Paulo Zucula.
    Américo Muchanga e o Director do Instituto Nacional de Comunicações de Moçambique.

    Gostar

    Comentar por Sergio Braz — 29/09/2010 @ 4:43 pm

  2. Sr Sergio Braz,

    Agradeço a sua mensagem, fui induzido em erro pelo texto acima ligado mas já corrigi o texto.

    Gostar

    Comentar por ABM — 29/09/2010 @ 4:58 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: