THE DELAGOA BAY REVIEW

14/10/2010

DIÁLOGOS DE CALL CENTER

Filed under: António Botelho de Melo — ABM @ 9:30 pm

por ABM (14 de Outubro de 2010)

Pelas 17 horas e 48 minutos de quinta-feira, dia 30 de Setembro passado, tocou o telefone em minha casa.

“Boa tarde, estou a falar com o Senhor A B de M?”

“Sim”

“Muito boa sorte Senhor A B de M, o meu nome é Felisberta Consumida da área comercial da Zóne Tê Vê Cabo. Gostaria de saber se o Senhor A B de M tem uns momentos para lhe apresentarmos uma oferta comercial…?”

“Diga”

“Eu estou a falar com o Senhor A M de S B de M, morador na Rua dos Anzóis ao Alto, Nº4 3º Bê em Calapêche de Baixo, em Cascais City, correcto?”

“Sim”

“Apenas para confirmar, Senhor A B de M, o contacto de telefónico do Senhor A B de M permanece o 932157234?

“Sim”

“Senhor A B de M, os nossos registos indicam que o Senhor A B de M possui na sua residência o serviço Rasquéx de internet de 10 megas, telefone fixo com chamadas ilimitadas e ainda o pacote de televisão Básique Menos. Correcto, Senhor A B de M?”

“Pois”

“Pois bem , Senhor A B de M, como o Senhor A B de M já deve ter ter conhecimento, a Zóne Tê Vê Cabo tem vindo a efectuar um ápegreide da sua insfraestrutura e serviços, nomeadamente com a implantação do novo serviço Zóne Fibra ao Quadrado, o qual constitui um significativo salto tecnológico na capacidade da Zóne Tê Vê Cabo de prestar um serviço de qualidade superior e mais opções para todos os Clientes da Zóne Tê Vê Cabo. A área da sua residência em Calapêche de Baixo em Cascais City, Senhor A B de M, já foi alvo do referido ápegreide, e como tal, estamos em condições de, a partir de agora, lhe vir oferecer estes serviços por um valor aliciante, Senhor A B de M.”

“Imagino”

“Sendo assim, Senhor A B de M, a Zóne Tê Vê Cabo quer fazer ao Senhor A B de M uma proposta de melhoria de serviços de forma a que possa agora beneficiar das nossas novas capacidades tecnológicas e grelhas acrescidas de programação, incluindo os canais em agá dê . Diga-me por favor, Senhor A B de M, tendo o Senhor A B de M neste momento o serviço Rasquéx de internet de 10 megas, telefone fixo com chamadas ilimitadas e ainda o pacote de televisão Básique Menos, neste momento está a pagar por mês cerca de 54 euros e 29 cêntimos de conta da Zóne Tê Vê Cabo, correcto Senhor A B de M?”

“Sim”

Então, neste caso, Senhor A B de M, a Zóne Tê Vê Cabo gostaria de vir propor-lhe o seguinte ápegreide: aumentar a velocidade do serviço de internet de 10 para 50 megas, mudar o pacote televisivo que o Senhor A B de M neste momento recebe, de Básique Menos para Orgasmique, passando o Senhor A B de M e a sua Família a usufruir, em vez de 40 canais, um total de 110 canais, em formato digital agá dê panoramix e mantendo o serviço telefónico residencial fixo ilimitado. Para tal, a Zóne Tê Vê Cabo disponibilizará ao Senhor A B de M, sem qualquer custo adicional, a nova plataforma Zóne Fibra ao Quadrado e ainda instalará na sua residência um aparelho uái fái para que o Senhor A B de M possa aceder ao serviço de internet em qualquer computador na residência do Senhor A B de M, sem necessidade de cabos. Por tudo isto, a conta do Senhor A B de M com a Zóne Tê Vê Cabo ficaria por mês em 54 euros e 28 cêntimos por mês, menos um cêntimo que a sua factura mensal actual, e daqui a um ano pagaria mais um euro e doze cêntimos por mês. O Senhor A B de M aceita a proposta de serviços da Zóne Tê Vê Cabo?”

“Acho bem”

“Muito bem Senhor A B de M. Então, para confirmar, o Senhor A B de M neste momento usufrui do serviço Rásquex de internet de 10 megas, telefone fixo com chamadas ilimitadas e ainda o pacote de televisão Básique Menos, pelo qual neste momento está a pagar por mês cerca de 54 euros e 29 cêntimos de conta da Zóne Tê Vê Cabo, e com esta alteração na sua assinatura, o Senhor A B de M passará estar ligado à nova plataforma Zóne Fibra ao Quadrado, equipado com um modem Zóne XPTO Plus, e ainda um aparelho uái fái para que o Senhor A B de M possa aceder à linha de internet em qualquer computador na residência do Senhor A B de M sem necessidade de cabos, a velocidade da internet passará para 50 megas, na televisão passará do Básique Menos para o Orgásmique, passando a usufruir, um total de 110 canais, em formato digital agá dê panoramix e mantém-se o serviço telefónico residencial fixo ilimitado. A conta mensal do Senhor A B de M com a Zóne Tê Vê Cabo passaria a ser de 54 euros e 28 cêntimos por mês, menos um cêntimo que a sua factura mensal actual, e daqui a um ano pagaria mais um euro e doze cêntimos. Concorda?”

“Sim”

“Muito bem Senhor A B de M, vamos então fazer já a marcação para os nossos técnicos se deslocarem a sua casa para executar o trabalho de instalação dos novos serviços”

(silêncio)

“Senhor A B de M, muito obrigado por aguardar por uns instantes enquanto consultávamos o nosso sistema de marcações. A data mais próxima disponível para efectuar a instalação, Senhor A B de M, é no Sábado, dia 9 de Outubro, pelas 15.30 horas. Esta data é conveniente para o Senhor A B de M?”

“Sim”

“Então, Senhor A B de M, fica agendada a visita à residência do Senhor A B de M pelos técnicos da Zóne Tê Vê Cabo para Sábado, dia 9 de Outubro, pelas 15.30 horas. Senhor A B M, agradecemos a sua disponibilidade para atender o nosso telefonema. Há mais alguma coisa em que podemos ajudar o Senhor A B de M?

“Não”

“Agradecemos mais uma vez a disponibilidade do Senhor A B de M e a sua preferência pelos serviços da Zóne Tê Vê Cabo. Muito boa tarde”

“Adeus”

Desliguei.

Chegou o tal Sábado, dia 9 de Outubro, meio da tarde.

Nada. Ninguém apareceu nem disse nada.

Aproveitando no domingo, dia 10, ter ido ao cinema no centro comercial Cascais Shopping, onde há uma loja de atendimento da Zóne Tê Vê Cabo, depois do filme passei lá para inquirir sobre o que sucedera. Na loja estavam vários funcionários.

Atendeu-me um que parecia ser o mais desenrascado, tinha afixado na sua t-shirt Zóne Tê Vê Cabo na zona do peito um crachat que dizia “Ai Éme De Béste!”.

Expliquei ao Senhor “Ai Éme De Béste!” tudo o que se passara.

O Senhor “Ai Éme De Béste!” consultou demoradamente o écrã dum computador à sua frente.

“Não temos qualquer registo duma solicitação para a sua residência”.

“Como é possível?”

“Mas podemos registar o seu pedido no sistema agora”

Ok.

Expliquei-lhe tudo: os pacotes, os preços etc. Outra vez. Eu já sabia aquilo de cor.

O sistema informático da Zóne Tê Vê Cabo estava lento, e o Senhor “Ai Éme De Béste!” levou mais que meia hora a olhar para o écrã do seu computador com a atenção de um controlador aéreo nova iorquino.

Finalmente, o “Ai Éme De Béste!” perguntou:

“Podemos ir a sua casa às 15:30 horas de quarta-feira, dia 13 de Outubro?”

“Sim”

Esperei mais cinco minutos.

“Ok, está confirmado para o técnico ir a sua casa às 15:30 horas de quarta-feira, dia 13 de Outubro”

“Obrigado”

Fui-me embora.

Ontem foi o dia 13 de Outubro. Às 15:30 horas tocou a campaínha.

“Bôuá tárdji, éi áqui à cásá do sinhô Á Bê dji Mélô? ´dáqui Zóni Tei Vei Cábo”

“Olá, suba”

O técnico subiu, entrou, tirou uns equiapmentos duma caixa, retirou o que estava ligado, meteu o novo equipamento e foi-se embora.

À noite, fui ver como estava tudo a funcionar.

Tirando um novo modem, não se notava nada.

Liguei para o 16990, a linha de atendimento grátis da Zóne Tê Vê Cabo. Depois de ligar duas vezes mais para o mesmo número porque me enganava nas opções do sistema de canalização automática de chamadas, alguém atendeu.

“Zóne Tê Vê Cabo, boa noite, o meu nome é Miraculosa Respirona (bem, na realidade era o Ivo, que depois me passou para o Jorge) em que posso ajudáre?”

Para esta crónica não ficar demasiadamente enjoativa, bastará referir aqui o seguinte, em conclusão:

1. Esta chamada demorou uma hora.
2. Mais uma vez, baralharam a encomenda que fizera na Loja da Zóne Tê Vê Cabo.
3. Devido uma misteriosa avaria técnica no sistema central, cuja descrição soou como parte duma equação de Einstein para descobrir a origem da batata em Urano, o serviço de internet mantinha-se a 10 megas em vez de 50.
4. E em vez do Orgásmique, continuei a ter acesso ao Básique Menos.
5. Pela mesma razão dada em 3 acima, o telefone fixo da casa pifou.
6. Tudo isto ficou resumido nas Participações Nº 1-8172782408 e 1-8172782371 do sistema central de gestão de Clientes da Zóne Tê Vê Cabo e vai levar cerca de três dias úteis a corrigir.

Agora estou à espera que passem os três dias.

Com o mesmo serviço de antes.

Menos o telefone, que pifou.

Nota: a Zóne Tê Vê Cabo é a melhor prestadora deste serviço em Portugal.

Per supuesto.

Anúncios

5 comentários »

  1. Essa odisseia de vertigem é comparável a algumas que também já experimentei na concorrência (os pêtês). Conseguem pôr-me do avesso quando ousam passar-me do 16200 para o 707…, invocando tratar-se da resolução de problemas técnicos. Chupistas é o que são! Para não os nomear de outro modo, por certo mais apropriado.
    Desejo-lhe, ABM, a melhor sorte nesse mar encapelado das… comunicações.

    Gostar

    Comentar por ERFERREIRA — 14/10/2010 @ 11:06 pm

  2. Sr Ferreira

    No fundo, no fundo, eles adoram-me.

    Apenas dão a impressão que não sabem o que fazem.

    E aquela linguagem do “call-centerês”….tira-me do sério.

    Gostar

    Comentar por ABM — 14/10/2010 @ 11:25 pm

  3. Es casi lo mismo, en Barcelona, pero a toda hora. Una tortura. un saludo de amistad juan re-crivello

    Gostar

    Comentar por juan re-crivello — 15/10/2010 @ 6:56 pm

  4. Puerra Juan, no me digas isso, pensava que Barcelona era un poquito mejor que nestra pequena e domestica sarjeta nacional….

    Gostar

    Comentar por ABM — 15/10/2010 @ 7:03 pm

  5. e o cêntimo? como ficou?
    🙂 🙂 🙂 🙂

    Gostar

    Comentar por cg — 16/10/2010 @ 2:33 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: