THE DELAGOA BAY REVIEW

03/01/2011

O QUE ACONTECEU ÀS MULHERES DE GUNGUNHANA

Filed under: As mulheres de Gungunhana, História Moçambique — ABM @ 11:06 pm

Ainda em Lourenço Marques, no início de 1896, o Régulo de Gaza com as suas sete mulheres. Para Lisboa foram dez mulheres, sendo três de um seu colaborador. Nenhuma ficaria com o rei. Um esboço da sua história encontra-se em baixo.

3 de Janeiro de 2011.

A quem possa interessar, em baixo, premindo no título, poderá ler o magnífico texto de Maria Vilhena sobre o que realmente aconteceu com as mulheres – rainhas – que foram com os prisioneiros de Gaza para Portugal em 1896, após a sua detenção por Mouzinho de Albuquerque.

Muito grato à Sra. D. Olinda Cavadinha, que como eu partilha uma paixão pela história de Moçambique, bem como ao Sr. Paulo Pires Teixeira e ao grupo dos moçambicanos no Facebook. Isto é um resultado das nossas conversas….

O texto:

AS MULHERES DE GUNGUNHANA Maria_Vilhena_p407-415

Advertisements

9 comentários »

  1. Um texto muito bom. Obrigada, por relembrar parte da Histo’ria de Portugal. Com um pouco de vergonha, reconheco, mas feliz, por nao se ter perdido o rasto, de um momento importante.
    Cumprimentos,
    Maria Luisa Correia

    Gostar

    Comentar por Maria Luisa Perdigao Correia — 04/01/2011 @ 12:01 am

    • Maria Luísa, obrigado e ainda bem que gostou. Era uma questão que eu desconhecia mas sobre a qual tinha curiosidade. Para ter vergonha, ou orgulho, primeiro importa saber os factos. Que é o que creio foi feito aqui pelo trabalho apresentado.

      Gostar

      Comentar por ABM — 04/01/2011 @ 12:12 am

  2. É uma honra para mim, ter informações assim sobre o passado – em particular o do meu país. Obrigado!

    Gostar

    Comentar por Eurico Dzivane — 04/01/2011 @ 5:14 am

  3. Mais um (paixão pela história de Moçambique/Portugal, no sentido amplamente lato).

    Tenho esse livro – Gungunhana no seu reino – edições colibri.

    E saliento que, aquilo que me chocou mais profundamente foi, precisamente, o episódio das mulheres de Gungunhana – as Rainhas de Gaza.
    Foram separadas do marido, que exilado nos Açores (forte de S. João Baptista em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira), teve uma verba destinada para ir às “meninas” – episódio que me confunde (falso moralismo, castigo,…seja lá o que for).

    A título de curiosidade, nesse forte também esteve exilado/preso D. Afonso VI (1669 até 1684), como Gungunhana, um Rei de Portugal.
    Portanto, neste capítulo, nada a dizer.

    É porém minha convicção que se fosse SMR o Sr. D. Carlos a cair nas mãos de SMR o Sr.Gungunhana, ou mesmo Mouzinho de Albuquerque, não teriam tanta sorte.

    Mas, é apenas a minha convicção.

    É sempre bom “trocar experiências” sobre estes assuntos.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 04/01/2011 @ 8:39 am

    • Sr 1B

      Como sempre, comentou acertada e oportunamente. Muito obrigado e um bom 2011!

      Gostar

      Comentar por ABM — 05/01/2011 @ 12:59 am

    • Verdade! Somente a diferença é que o fomos capturar na sua Terra e não ele a vir a Portugal capturar seja quem fosse!

      Gostar

      Comentar por João Castanheira — 12/12/2015 @ 11:23 pm

  4. Correcção:

    Tenho um outro livro – Gungunhana no seu reino – edições colibri.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 04/01/2011 @ 10:08 am

    • Sr 1B Acho que é o livro da mesma autora deste texto. Ela hoje é investigadora da Universidade de Lisboa.

      Gostar

      Comentar por ABM — 05/01/2011 @ 1:00 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: