THE DELAGOA BAY REVIEW

03/01/2011

O QUE ACONTECEU ÀS MULHERES DE GUNGUNHANA

Filed under: As mulheres de Gungunhana, História Moçambique — ABM @ 11:06 pm

Ainda em Lourenço Marques, no início de 1896, o Régulo de Gaza com as suas sete mulheres. Para Lisboa foram dez mulheres, sendo três de um seu colaborador. Nenhuma ficaria com o rei. Um esboço da sua história encontra-se em baixo.

3 de Janeiro de 2011.

A quem possa interessar, em baixo, premindo no título, poderá ler o magnífico texto de Maria Vilhena sobre o que realmente aconteceu com as mulheres – rainhas – que foram com os prisioneiros de Gaza para Portugal em 1896, após a sua detenção por Mouzinho de Albuquerque.

Muito grato à Sra. D. Olinda Cavadinha, que como eu partilha uma paixão pela história de Moçambique, bem como ao Sr. Paulo Pires Teixeira e ao grupo dos moçambicanos no Facebook. Isto é um resultado das nossas conversas….

O texto:

AS MULHERES DE GUNGUNHANA Maria_Vilhena_p407-415

Anúncios

10 comentários »

  1. Um texto muito bom. Obrigada, por relembrar parte da Histo’ria de Portugal. Com um pouco de vergonha, reconheco, mas feliz, por nao se ter perdido o rasto, de um momento importante.
    Cumprimentos,
    Maria Luisa Correia

    Gostar

    Comentar por Maria Luisa Perdigao Correia — 04/01/2011 @ 12:01 am

    • Maria Luísa, obrigado e ainda bem que gostou. Era uma questão que eu desconhecia mas sobre a qual tinha curiosidade. Para ter vergonha, ou orgulho, primeiro importa saber os factos. Que é o que creio foi feito aqui pelo trabalho apresentado.

      Gostar

      Comentar por ABM — 04/01/2011 @ 12:12 am

  2. É uma honra para mim, ter informações assim sobre o passado – em particular o do meu país. Obrigado!

    Gostar

    Comentar por Eurico Dzivane — 04/01/2011 @ 5:14 am

  3. Mais um (paixão pela história de Moçambique/Portugal, no sentido amplamente lato).

    Tenho esse livro – Gungunhana no seu reino – edições colibri.

    E saliento que, aquilo que me chocou mais profundamente foi, precisamente, o episódio das mulheres de Gungunhana – as Rainhas de Gaza.
    Foram separadas do marido, que exilado nos Açores (forte de S. João Baptista em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira), teve uma verba destinada para ir às “meninas” – episódio que me confunde (falso moralismo, castigo,…seja lá o que for).

    A título de curiosidade, nesse forte também esteve exilado/preso D. Afonso VI (1669 até 1684), como Gungunhana, um Rei de Portugal.
    Portanto, neste capítulo, nada a dizer.

    É porém minha convicção que se fosse SMR o Sr. D. Carlos a cair nas mãos de SMR o Sr.Gungunhana, ou mesmo Mouzinho de Albuquerque, não teriam tanta sorte.

    Mas, é apenas a minha convicção.

    É sempre bom “trocar experiências” sobre estes assuntos.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 04/01/2011 @ 8:39 am

    • Sr 1B

      Como sempre, comentou acertada e oportunamente. Muito obrigado e um bom 2011!

      Gostar

      Comentar por ABM — 05/01/2011 @ 12:59 am

    • Verdade! Somente a diferença é que o fomos capturar na sua Terra e não ele a vir a Portugal capturar seja quem fosse!

      Gostar

      Comentar por João Castanheira — 12/12/2015 @ 11:23 pm

  4. Correcção:

    Tenho um outro livro – Gungunhana no seu reino – edições colibri.

    Gostar

    Comentar por umBhalane — 04/01/2011 @ 10:08 am

    • Sr 1B Acho que é o livro da mesma autora deste texto. Ela hoje é investigadora da Universidade de Lisboa.

      Gostar

      Comentar por ABM — 05/01/2011 @ 1:00 am

  5. […] Trabalho em processo sobre sete das esposas de Ngungunhana que foram levadas como prisioneiras em 1896 com Ngungunhana, um dos seus filhos, um cozinheiro, entre outros, para Portugal, depois de serem capturados por Mouzinho de Albuquerque. Acredita-se que as sete mulheres foram mandadas a São Tomé, onde viveram o resto das suas vidas. O texto de Maria da Conceição Vilhena aqui tenta contar parte da história. Referência fotográfica aqui. […]

    Gostar

    Pingback por 02.2018 | Work in Progress – maimuna adam studio — 05/02/2018 @ 9:38 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: