THE DELAGOA BAY REVIEW

03/11/2013

A PRESIDÊNCIA IMPERIAL I

Filed under: Presidência Imperial - Hawker 850 XP — ABM @ 7:16 am
Um avião de luxo executivo Hawker 850 XP.  A força aérea" de Moçambique acabou de adquirir um.

Um avião executivo de luxo Hawker 850 XP. A “força aérea” de Moçambique acabou de adquirir um, segundo o sítio Defence Web, publicado no dia 1 de Novembro de 2013. Fabricado nos Estados Unidos da América. Tem um custo estimado de 14 milhões de dólares.

O Sítio DefenceWeb, que se especializa em assuntos militares africanos, publicou no dia 1 de Novembro o seguinte texto, algo hilariante:

The Mozambican Air Force has taken delivery of a Hawker 850XP business jet, the latest acquisition for the country’s small air arm and a major boost to its capacity.

The aircraft entered service in September, according to Air Forces Daily, after being bought second hand from the United States. It left Fort Lauderdale Executive Airport in Florida on its delivery flight on September 9 and had its US registration cancelled on September 18 following its transfer to the Force Aerea de Mocambique (Mozambique Air Force).

The aircraft will most likely be used for VIP duties and is a major boost to the Air Force, which is almost entirely inoperable, although efforts of late have been made to restore some flying capacity. The Air Force has suffered poor serviceability since independence from Portugal in 1975 and the collapse of the Soviet Union and its financial support in the early 1990s.

Portugal, due to its historic relationship with the country, has over the last several years provided much assistance to Mozambique’s military. In July 2012 Portugal delivered a second FTB-337G Milirole utility aircraft to the country, as part of the CTM (Cooperação Técnico-Militar) technical military cooperation agreement between Mozambique and Portugal. This agreement also includes training and the FAP is working with the Mozambique Air Force on pilot and ground crew training in both countries.

Indeed, Portuguese advisors are training aircrew and mechanics at the recently formed Escola Prática de Aviação (EPA – School of Practical Aviation) at the Air Force’s base at Maputo-Mavalene International Airport.

The two FTB-337Gs are used for medical evacuations, maritime surveillance and pilot training, alongside a Cessna 152 and a Piper PA-32 Seneca, acquired around 2011. A Cessna 172 is also used for training at the EPA, according to Air Forces Daily. These aircraft fly approximately 650 hours per year.

According to the IISS’s The Military Balance 2012, none of the Air Force’s combat aircraft are operational, with only a few transports (two An-26s, two CASA 212s and a Cessna 182) and several Z-326 trainers still flying.

(fim)

O interior da nova aquisição da Força Aérea de Moçambique.

O interior da nova aquisição da Força Aérea de Moçambique. Dada a natureza e configuração, presume-se que será para uso presidencial e afim, evitando assim a necessidade das personalidades que o irão utilizar, de se deslocarem pelas estradas naconais ou de voar na frota das Linhas Aéreas de Moçambique. Em desconforto.

Uma empresa especializada no assunto refere que o custo estimado desta aeronave é de 13.7 milhões de dólares, excluindo os custos de manutenção e operacionais. O texto da Defence Web refere que o avião comprado é em segunda mão e não indica o preço pago.

16 comentários »

  1. Prioridades sem comentários

    Comentar por Pedro Pontes — 03/11/2013 @ 8:33 am

  2. uma vergonha! um País com tanta carência!

    Comentar por Li — 03/11/2013 @ 8:50 am

  3. man gönnt sich ja sonst nichts…

    Comentar por José Viegas — 03/11/2013 @ 8:50 am

  4. Deviamos castrar os portugueses envolvidos em acções desta natureza para nos lesar…

    Comentar por Douglas S. Harris — 03/11/2013 @ 10:28 am

    • … são coisas que fazem muita falta…

      Comentar por Carlos Trocado Ferreira — 04/11/2013 @ 3:20 pm

    • Mas porque castrar os portugueses?
      E os franceses, chineses e brasileiros …?
      Foram os portugueses que gastaram o dinheiro no avião?
      De facto há gente fraca de mente.

      Comentar por EU — 05/11/2013 @ 8:23 am

  5. Mais porquê? Governo de Moçambique!!! É importante olhar para prioridades do País. Precisamos de mais escolas, hospitais, Emprego etc. haja uma boa gestão da coisa pública.

    Comentar por Zanado2013 — 03/11/2013 @ 2:34 pm

  6. E’ o cumulo, como pode um pais tao pobre priorizar um jato deste enquanto milhares de Mocambicanos morem, de fome, nao tem carteira para sentar e estudar. que raio de pais e’ este???

    Comentar por Enio Jorge Malema — 04/11/2013 @ 5:02 am

  7. Deixa-os. Assim morrem todos juntos na queda dele e nos livramos numa só sentada. Há males que por bem vem.

    Comentar por Amarilda — 04/11/2013 @ 5:54 am

  8. “Deviamos castrar os portugueses envolvidos em acções desta natureza para nos lesar…”

    Comecem então por castrar os dirigentes locais que gastam o dinheiro nestas porcarias. Depois não se esqueçam de passar uma Gillete afiada pelas partes baixas dos americanos que lhes vendem estas referidas milionárias imundícies. para a “força aérea”.

    Os portugueses apenas dão assistência técnica e formam pilotos. Ou quer o Douglas S. Harris que o avião caia? Bem, decerto logo seria necessário comprar outro… agora percebi😉

    Comentar por Serventia branca — 04/11/2013 @ 3:01 pm

  9. gostei do comentario numero 7

    Comentar por Oz Tochiba — 05/11/2013 @ 7:02 am

  10. There is no coment! a ser verdade nasceu um Zedu, Khadafi, Mobutu… Confio na minha Policia

    Comentar por Tsokotsa — 05/11/2013 @ 7:46 am

  11. Prioridades??? Governo sem vergonha… ou melhor seria dizer país sem governo

    Comentar por Idite Joaquim — 05/11/2013 @ 8:24 am

  12. “Pais do pandza”

    Comentar por celso — 05/11/2013 @ 10:58 am

  13. O QUE SE ME OFERECE DIZER É QUE ESTA COMPRA É UMA AFRONTA PARA COM OS MEUS PATRÍCIOS MOÇAMBICANOS, QUE NÃO TÊM UMA EDUCAÇÃO, E ASSISTÊNCIA HOSPITALAR À ALTURA, E O (DES)GOVERNO DO SR.GUEBUZA, A GASTAR MILHÕES DE METICAIS, PARA A COMPRA DE UM AVIÃO, QUE DIZ SER PARA A FORÇA AÉREA, QUANDO AINDA POR CIMA NÃO TEM UM ÚNICO AVIÃO DE COMBATE OPERACIAONAL.
    QUANTO AOS TÉCNICOS PORTUGUESES QUE ESTÃO NO MAPUTO, DECERTO QUE ESTÃO LÁ COM O “AMEM” DO SR.GUEBUZA !!

    Comentar por VÍCTOR AZEVÈDO — 04/12/2013 @ 1:55 pm

  14. Falamos que o nosso Pais é pobre e vive de ajudas dos parceiros no orçamento do Estado, será que aquisição deste avião era propriedade para o nosso Pais??.
    Quantas crianças estão sentadas no chão???
    quantas zonas estão sem furos de água potavel???
    Quantas zonas estão sem pontes de travessia são necessarios??
    quantas machibombos/autocarros seriam adquiridos??
    Isto não é pouca vergonha é simplesmente, é simplesmente Humilhante e a pior coisa que um Governo faz com seu povo.

    Comentar por vombe — 05/12/2013 @ 11:26 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: