THE DELAGOA BAY REVIEW

30/10/2010

ABERTURA DA LOJA FRANCA EM MAPUTO, ANOS 80

Abertura da Loja Franca em Maputo nos anos 80 em Maputo, nas instalações do antigo Centro Comercial Man Kei, na Av. 24 de Julho.

por ABM (30 de Outubro de 2010)

No princípio dos anos 80 não havia praticamente nada que se pudesse comprar. As pessoas tinham meticais, mas nada para comprar na cidade. Estava-se em plena Era do Repolho e do Carapau. Sobrevivia-se através de vastas e discretas redes de troca de bocadinhos disto por bocadinhos daquilo. À semelhança das experiências de outros estados comunistas, as instâncias oficiais decidiram abrir uma “loja franca”, onde apenas podiam entrar estrangeiros, diplomatas e algumas figuras gratas da cidade. Ali havia mais ou menos o que hoje se compra normalmente pela cidade de Maputo (uma versão muito mais resumida, isto é) mas era tudo caríssimo, de fraca qualidade e, principalmente, tudo tinha que ser pago em moedas ditas fortes, como dólares e randes.

Eu visitei a loja em Dezembro de 1984. Estava de visita à cidade e quis comprar….um sabonete. Ali encontrei uma barra de sabonete Lux feita na África do Sul, que parecia que tinha caído de um machimbombo e rolado pelo chão. Custou um dólar e meio. Grandes ladrões.

A entrada da loja estava vedada por dois camaradas do exército, cada um com uma AK47 em riste. Uma pequena multidão, obviamente destituta e ordeira, olhava lá para dentro e pedia esmola a quem estivesse a entrar e a sair. Para entrar, tive que exibir o meu passaporte, se bem que eu pressentisse que a minha epiderme e a minha indumentária tivessem sido meio caminho andado. Não gostei.

Mas tive com que tomar banho na semana e meio seguinte.

Acima, uma imagem da inauguração da Loja Franca, tirada por Armindo Afonso, mostrando o Grande e incontornável Kok Nam, que certamente estava lá para fazer a cobertura do evento. Não sei quem está com ele.

Não sei exactamente a data da inauguração.

Anúncios

Site no WordPress.com.