THE DELAGOA BAY REVIEW

15/09/2018

O JARDIM DA CATARSE COLONIAL, 1975

Penso que, sujeito a confirmação, a imagem foi colhida pelo Ricardo Rangel em 1975. Foi colorida por mim hoje.

 

O Jardim da catarse em Maputo, 1975. Da esquerda: Teodósio Clemente de Gouveia, feito primeiro cardeal de Moçambique em 1946; Mouzinho de Albuquerque, figura militar da chamada “pacificação” na década de 1890; Gago Coutinho, que liderou a delimitação das actuais fronteiras de Moçambique e que ali conduziu missões hidrográficas; a mulher que estava na base do monumento a António Ennes; António Ennes, que teve a ideia peregrina de que Portugal não devia vender Moçambique aos britânicos e aos alemães; e a mulher (“Mãe Pátria”) que estava na base do monumento em memória de Mouzinho. As estátuas de Mouzinho e de Ennes foram premiadas com a sua colocação no Núcleo Museológico da Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição, junto à Praça 25 de Junho, na baixa de Maputo.

Anúncios

Create a free website or blog at WordPress.com.